sexta-feira, setembro 18, 2020
Home Destaque Educação em p...

Educação em pauta: especialista discute a importância do feedback no desenvolvimento de alunos e professores

Palestra gratuita faz parte de programação oferecida pela Casa Thomas Jefferson que, em parceria com a Embaixada dos Estados Unidos, aborda variadas temáticas do meio educacional

Educação e inovação são fatores que caminham juntos. Pensando nisso, o educador e palestrante Ricardo Barros, a convite da Casa Thomas Jefferson, propõe ao público uma discussão on-line sobre o papel do Feedback nas aulas e no desenvolvimento de alunos e professores. De forma dinâmica, nos dias 8, 9 e 10 de setembro, sempre às 16h, o especialista convida gestores, professores e interessados para descobrir qual é a melhor maneira de potencializar o uso dessa ferramenta dentro e fora da sala de aula.
Em rápida entrevista, Ricardo compartilha um pouco sobre o assunto:

Ricardo, qual é a importância de falarmos sobre o papel dessa ferramenta num momento como esse, em que alunos e professores estão distantes e as aulas passam a ser remotas?
O feedback pode ser usado para ajudar na motivação, que anda em baixa por conta da pandemia e das aulas remotas. Usar a ferramenta como forma de quantificar o aprendizado ajuda o aluno a ter um senso de progresso. É um momento de apontar os sucessos, compartilhar os desafios e propor soluções.

Na prática, como ele funciona?
Eu penso no feedback entre aluno e professor como momentos após atividades em que se fala sobre o sucesso dela em termos de conteúdo ou uso da língua. Então seria algo como esse momento final de troca de ideias. Entre um mentor e o professor, é o momento após uma observação de aula onde se dá a conversa sobre as facetas positivas e negativas.

O que o público pode esperar desses encontros?
Gosto de apresentar a teoria como pano de fundo para atividades práticas. Usarei exemplos da minha experiência como professor e educador de professores para ilustrar possíveis usos do feedback como ferramenta de aprendizado e crescimento profissional.

Quais dicas você daria sobre o assunto?
É importante ouvir genuinamente o aluno e o professor. Sugerir ideais e mudanças ao invés de impô-las. E, por último, deixar claro quais são as áreas que precisam melhorar. Dizer que está tudo bom evita um descontentamento a curto-prazo, mas cria problemas para o futuro.

*Ricardo Barros é professor, educador de professores e palestrante. Formado pela Unicamp, trabalha com ELT há mais de 15 anos. Ele inaugurou o curso CELTA da universidade de Cambridge na Casa Thomas Jefferson e atualmente é tutor do CELTA em São Paulo.

Confira a programação completa de setembro:
Educação Midiática para Bibliotecários
Quando: 8 de setembro de 2020
Horário: 16h
Resumo: palestra discute o poder educador de Bibliotecários como projetistas em potencial de experiências de aprendizado em Educação Midiática, que melhor impactarão a luta contra desinformação e ajudarão seus usuários a se tornarem melhores cidadãos digitais.
Palestrantes: Daniela Machado, jornalista com especialização em Economia, é corresponsável pelo conteúdo do EducaMídia; Mariana Ochs, designer e educadora, é Google Innovator e Trainer, atuando na transformação digital de escolas; Alexandre Sayad, jornalista e educador, diretor da ZeitGeist e co-chairman da UNESCO-GAPMIL; e Jesus Lau, Pesquisador da Faculdade de Pedagogia da Universidad Veracruzana no México, na área de desenvolvimento de competências informacionais para a aprendizagem.

 

Educação Linguística no Brasil: possibilidades de/para o futuro
Quando: 24 de setembro de 2020
Horário: 18h
Resumo: palestra discute possibilidades para a Educação Linguística no Brasil. Qual o propósito de ensinar inglês? Como se configura o atual cenário de ensino da língua por aqui? Quais as possibilidades e oportunidades que se configuram na atualidade? Essas e outras questões serão discutidas a partir de uma perspectiva crítica de educação linguística.
Palestrante: Antonieta Megale, Doutora em linguística aplicada pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Formada em Pedagogia e Comunicação Social, coordena o curso de pós-graduação em Educação Bilíngue e a extensão do Instituto Singularidades. Atua também como docente em diversos cursos por todo o Brasil e como assessora na área de linguagens em instituições de educação básica.

FuturED – O Futuro da Educação
A programação de palestras faz parte do projeto FuturED – O Futuro da Educação. O conteúdo é inteiramente gratuito e estará disponível pelo canal da Casa Thomas Jefferson no YouTube https://www.youtube.com/user/ctjonline. Para mais informações, acesse a página http://futured.thomas.org.br/.

“Esperamos que essas sessões virtuais, que acontecerão como parte de um esforço conjunto entre centros binacionais por todo o país, possam ajudar educadores, estudantes e instituições de ensino públicas e privadas a enfrentarem não só os desafios apresentados pela pandemia como os que virão depois dela. Nosso objetivo é promover discussões que incentivem a inovação e a colaboração e que beneficiem a comunidade em geral”, afirma Lucia Santos, Diretora Executiva da Casa Thomas Jefferson.

Cristiane Guimarãeshttps://naoperdenao.com.br/
Cristiane Guimarães é Comunicadora Social com habilitação em jornalismo e atua há mais de 20 anos no mercado. Apaixonada pela profissão é colunista social, produtora e assessora de imprensa. O blog é uma junção de tudo que ama e que acha válido de ser compartilhado. Seja bem-vindo a esta página que festeja a sua presença! Entre em Contato: [email protected]

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -
  • Android e muito mais

Postagens Populares

Sertanejos João Vitor e T...

Os amantes da boa música ...

Setembro Verde: Adotar há...

Tumor que se desenvolve n...

Presidente da AMIF partic...

Adriana Maugeri está entr...

Programa Trilha de Sexta ...

Cantores e bandas indepen...

Comentários Recentes