quarta-feira, outubro 28, 2020
Home Destaque Apartamento c...

Apartamento com metragem de casa está entre as tendências do mercado

Ambientes diversos de lazer, sala de reuniões, áreas verdes e próximo a comércios e serviços, empreendimento atrai público que está disposto a pagar mais pelo metro quadrado
Novos empreendimentos imobiliários têm contribuído para agregar valor a uma das regiões que mais cresce em Uberlândia: a região Sul. Uma das empresas com essa iniciativa é a Brasal Incorporações, que adota projetos com localização privilegiada que tem ao redor comércio, hospital, faculdades, escolas e shopping próximos a vias de trânsito rápido para que as pessoas possam morar, se locomover, produzir e se entreter, indo ao encontro do Plano Diretor do município. O plano trabalha com o conceito de cidade compacta, onde as atividades econômicas e sociais se sobreponham e as comunidades desenvolvam um sistema de vizinhança, perseguindo a noção de cidade sustentável.
A incorporadora tem trabalhado para projetar empreendimentos multifuncionais, aliados à utilização de inovações tecnológicas. Prima por construir prédios que estimulam muitos a trocarem as casas em condomínios por não perderem em espaço e áreas comuns cheios de verde e lazer.
De acordo com o diretor da filial Uberlândia, Guilherme Sacramento, a relação dos empreendimentos com maior qualidade de vida agrega valor aos projetos e atrai um público que está disposto a pagar mais pelo metro quadrado. “Tanto na hora de projetar um empreendimento, quanto na hora de vender é preciso conhecer o cliente e suas reais necessidades e quais são seus comportamentos e hábitos de compra”, afirma.
O Triad e o Sense, ambos da Brasal com três torres cada um, apontam uma demanda latente na cidade por esse tipo de produto. “Geralmente as pessoas que procuram nossos projetos são exigentes e buscam por qualidade de vida, localização privilegiada que abreviem longos percursos entre a casa e o trabalho, escola ou lazer. Querem uma metragem muitas vezes similar à de casas e com áreas de lazer que não perdem para condomínios e valorizem os ambientes sociais. Outros buscam apartamentos um pouco menores, mas que tenham áreas de lazer diversificadas, para atender da criança aos mais velhos, que tenha ampla infraestrutura comercial e de serviços a fim de facilitar suas vidas”, explica Guilherme.
Segundo Sacramento, o mais recente lançamento da empresa, o Arven, traz um conceito ainda mais exclusivo que os demais empreendimentos. “Conta com quadra de tênis, piscina adulto e infantil, ambas climatizadas, academia com 155m² equipada e climatizada, espaço kids, churrasqueira na área comum, sala de reuniões, sauna/descanso, espaços gourmet e playground. Tudo isso, totalmente mobiliado e sem custo extra para os futuros moradores. A tendência chega já com clientes confirmando suas reservas, provando que o produto tem demanda” conta Gustavo Cavalcante, gerente comercial da filial Uberlândia.
O médico anestesiologista, Alexandre de Menezes, que já morou no Condomínio Edifício Cap Ferrat e Gávea, foi um dos que optou por um empreendimento neste formato. “Atualmente moro no Triad. Adquiri o apartamento por causa da localização privilegiada e pela empresa ser sólida e oferecer projetos diferenciados”.
Investimento rentável
Aliado a esse perfil de consumidor que busca por imóveis verticais mais luxuosos com áreas de lazer, para trabalho, que tenham características de casa, outro fator que tem favorecido as construtoras que trabalham com esse nicho de negócio é a taxa Selic. Com os percentuais mais baixos, deixando a renda fixa pouco atrativas e a renda variável com risco alto, a aquisição de imóveis tem sido o melhor investimento para os que tem dinheiro e visão de negócio.
De acordo com o economista, administrador e advogado, que também é master em Affair International pela Universidade Pierre Medés na França, Carlos Henrique Oliveira e Silva Paixão, a Selic é um termômetro porque quando a taxa tem queda, os investimentos financeiros não ficam tão atrativos, fazendo com que as pessoas busquem rendimentos superiores ao Selic, ao Certificado de Depósito Bancário (CDB), ao Certificados de Depósitos Interbancários (CDI) e acabam encontrando no mercado imobiliário uma oportunidade de rentabilizar investimentos.
O economista explica que em momentos de crises existem três medidas de preservação do capital que são moeda estrangeira, metal precioso e imóveis. “No mundo inteiro, os cidadãos buscam pegar recursos e transformá-los em metais preciosos, já que o ouro é um ativo, em moedas estrangeiras sólidas que basicamente se resumem no mercado de dólar, tanto para negociar quanto para gerir recursos ou em imóveis, haja vista que é uma propriedade privada e valorizada. Quem tem reserva busca oportunidades de fazer grandes negócios. O mercado de luxo é aquecido, específico, voltado para um público muito exigente em termos de qualidade e visibilidade. Em Uberlândia não é diferente. Existem imobiliárias que trabalham especificamente com o mercado de luxo e oferta de crédito para financiamento, queda nas taxas para financiamento, favorecem o mercado. As construtoras que atuam nesse nicho estão aproveitando essa curva ascendente em que a cidade está atualmente”, afirma.
Para a Brasal, nos últimos meses, sem uma perspectiva de que o normal voltará a ser totalmente como antes, muitos profissionais, que tem a casa como extensão do trabalho, resolveram investir em imóveis que tragam mais conforto e qualidade de vida.
Uma pesquisa realizada pela Brain Bureau de Inteligência Corporativa (Brain), encomendada pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba para avaliar o desempenho do setor no segundo trimestre de 2020 apontou que os mercados alto (de R$ 700 mil a R$1 milhão), luxo e super luxo acima de R$ 1 milhão têm a sua particularidade e demanda. De janeiro a maio deste ano, a oferta lançada do alto padrão foi de 276, tendo a oferta final 70 unidades. Do luxo, a oferta lançada foi de 237 e a oferta final chegou a 28. Ainda no período de janeiro a maio de 2020, foram vendidos 52 imóveis com valor entre R$ 700 mil e R$ 1 milhão e do luxo e super luxo 24 unidades.
“Estes dados só vem reforçar que estamos no caminho certo. Depois de lançar 35 empreendimentos e construir cerca de 1 milhão de metros quadrados, Uberlândia, que já recebeu o Triad e Sense, foi escolhida para receber mais uma grande realização com a solidez e confiança Brasal. Estamos otimistas em trazer para a cidade mais um empreendimento que vai deixar um legado e atender a uma necessidade. Viemos para Uberlândia para ficar, trazer o que há de melhor no mercado para enriquecer a região Sul e surpreender sempre”, conclui Guilherme.
Cristiane Guimarãeshttps://naoperdenao.com.br/
Cristiane Guimarães é Comunicadora Social com habilitação em jornalismo e atua há mais de 20 anos no mercado. Apaixonada pela profissão é colunista social, produtora e assessora de imprensa. O blog é uma junção de tudo que ama e que acha válido de ser compartilhado. Seja bem-vindo a esta página que festeja a sua presença! Entre em Contato: [email protected]

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -
  • Android e muito mais

Postagens Populares

Fundação CDL Uberlândia s...

A Fundação CDL Uberlândia...

Una oferece aulas on-line...

Milhões de estudantes seg...

É nóis que voa, bruxão: V...

No Halloween do BK, clien...

É amanhã: Outback e Make-...

Campanha acontece nesta q...

Comentários Recentes